terça-feira, 2 de novembro de 2010

O HUMOR DE MANÉ BERADEIRO


Minhas comadres e meus compadres, gente da veia tripária do coração, o pessoal pediu e reclamou que fazia tempo que não postava um causo neste blog. Atendendo tantos prisiacas, eis-me aqui falando sobre Zé Vicente, que num velório de um salineiro que morreu soterrado em Macau-RN, fez o seguinte discurso no cemitério:
"COMPANHEIRO, ESTE COMPANHEIRO MORTO NÃO ERA UM SIMPLES SALINEIRO; ESTE COMPANHEIRO QUE ESTÁ ESPERANDO ABRIR SEU BURACO, ERA UM HOMEM TRABALHADOR. NA SALINA PARECIA UMA MÁQUINA, LEMBRAVA PEDRO ÁLVARES CABRAL QUANDO ATRAVESSOU O OCEANO ATLÂNTICO NUM TREM PARA DESCOBRIR O BRASIL".
Eita cabra bom de oratória e história!

Fonte: Livro "Humor com gosto de Sal", de Getúlio Teixeira. Edição Sebo Vermelho. Ano 2003.