quarta-feira, 29 de agosto de 2012

MEU VOTO - MEU VIVER

O voto é importante
pra tudo transformar
mas tenha muito cuidado
quando você for usar
pois se escolher errado
graves danos vai causar.

Lembro de uma cidade
que elegeu borboleta
depois do inseto posto
virou foi um capeta
a cidade ficou suja
furada por baioneta

As ruas emburacadas
pareciam tatulândia,
a saúde esquecida,
sem doutor e ambulância
o caos tomava conta
na gestão da ignorância

Seu voto é valioso
nada pode superá-lo
use na democracia
onde deve aplicá-lo
com câmara e prefeito
para bem representá-lo.

Beleza não põe a mesa
diz o dito popular
seu voto não é espelho
para outros enfeitar
por isso não tenha pressa
na hora que for votar.

Desconfie de todo homem
que aparece em eleição
sorrindo, dando tapinhas,
lhe chamando amigão
este cabra nada vale
tá armando alçapão.

Quem cair em armadilha
sofre como um mocó
procurando uma toca
nas serras do Seridó,
se encontra, logo nota
que ele não está só.

"Eu detesto a política"
tem gente que diz assim
"Nela só tem bandido,
prefiro meu camarim"
Agindo desta maneira
perdemos até o fim.

Votar branco não ajuda
purificar o ladrão
é preciso consciência
nesta nova abolição
somente sendo sujeito
se constrói uma nação!

Houve tempo na história
que voto tinha cabresto,
major era vaqueiro,
morador sem ter pretexto
votava sem escolher
era grande desembesto.

Mas chegou a liberdade
tempo novo sim senhor
onde povo sem pressão
não tem mais um agressor
é somente a vontade
que responde o clamor.

Quatro anos vai valer
quem você for escolher
pense bem, não venda voto
pra depois arrepender
eleição é coisa seria
dói no bolso pode crer!

Mané Beradeiro
Parnamirim-RN, 28 de agosto de 2012

Informações catalográficas

Título: MEU VOTO - MEU VIVER
Autor: Mané Beradeiro
Data: 28 de agosto de 2012
Métrica: sextilha aberta, 12 estrofes com 7 sílabas poéticas
Rima: AXBXCX
Grupo temático: Política
Marcadores: Cidadania, Ciência Social, Eleição, Voto