segunda-feira, 29 de abril de 2013

AGENTES DE LEITURA RECEBEM MATERIAL DIA 1 DE MAIO

Consolidando o Programa Agentes de Leitura e chegando a sua etapa final, a Secretaria Extraordinária de Cultura e Fundação José Augusto (Secultrn/FJA) e a Secretaria do Estado da Educação e da Cultura (SEEC) promoverão no dia 01 de maio, a partir das 8h30, solenidade de assinatura do Termo de Cooperação Técnico Financeiro e entrega dos 50 mil livros, bicicletas, camisetas, mochilas e bonés aos jovens selecionados, que após capacitação estão prontos para começarem o seu importante trabalho de “bibliotecas móveis” e disseminadores da leitura nos seus 41 municípios de origem.

O projeto abrange 41 municípios do Estado do RN. São 550 agentes em todo o Estado mobilizando um acervo de 50 mil exemplares nos próximos 12 meses, levando livro e estimulando a leitura de porta em porta, nos bairros, nas praças, escolas em todas as comunidades. E, para a solenidade de entrega dos kits com livros e bicicletas, haverá um grande passeio ciclístico, pelas ruas de Natal, celebrando o momento tão importante e o Dia do Trabalhador, com a participação dos jovens selecionados no projeto, saindo do Corpo de Bombeiros, na Av. Prudente de Morais, e chegando na Praça Cívica, onde acontecerá a assinatura Termo de Cooperação Técnico Financeiro. A ação contará com o apoio da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros.
 
Os jovens selecionados serão recebidos em Natal já na terça-feira, 30, no qual ficarão hospedados no Centro de Ação Integrada à Criança – Caic de Lagoa Nova e terão palestras e atividades culturais, de preparação para o grande dia de assinatura de seus contratos, que darão início a esse importante trabalho, que em muito acrescentará para o crescimento e desenvolvimento da literatura em nosso Estado.

Lançado no primeiro semestre de 2012, o programa, que ocorre em co-parceria entre o Governo Federal e Governo Estadual, contemplou jovens e adultos com idade entre 18 e 29 anos, que em breve devem iniciar as atividades objetivando o acesso à leitura e a socialização de comunidades excluídas da sociedade, com baixo índice de desenvolvimento humano e educação. E, para serem capacitados os agentes tiveram um semana de treinamento com professores capacitados, tornando-os aptos a levarem às famílias de baixa renda a leitura e, assim, incentivar e ampliar a leitura e diminuir os índices de analfabetismo no nosso Estado.
 
FONTE: http://vivicultura.blogspot.com.br/2013/04/solenidade-de-lancamento-oficial-dos_29.html