quinta-feira, 20 de junho de 2013

UM PAÍS CHAMADO "GRAMADO" - PARTE I

Rua Coberta
De 11 a 16 de junho estive na cidade de Gramado-RS. É um lugar lindo, com temperatura agradável, dando-nos a sensação que estamos sempre numa cidade onde há um imenso ar-condicionado. Em Gramado tudo funciona tão bem que os visitantes se apaixonam, não só pela beleza do lugar, arquitetônica e paisagística, mas também pela educação e cultura local.
Não vi em toda cidade nenhum mendigo, não há nenhum semáforo em Gramado, os motoristas respeitam os pedestres, raramente acontecem assaltos, roubos e outras ações congêneres. As ruas são limpas, as praças, verdadeiras áreas de encontros e relaxamento. Não há lixo pelas ruas, ninguém fica panfletando pelas calçadas. Não vi uma só pichação.

Viver estes dias em Gramado foi uma experiência ímpar em minha vida.  E me faz perguntar: Por que outras cidades do Brasil, também com 23 mil habitantes não podem ter um padrão de vida como o de Gramado? O que Gramado tem de diferencial? Não há praias, não há grandes shoppings, não há estádios de futebol. Mas há algo que faz daquele lugar uma cidade país, que nos dá a sensação que estamos fora do Brasil.Seria tão bom que todo prefeito conhecesse a realidade de Gramado e refletisse sobre a transformação que pode fazer em sua cidade. Lá não fabrica automóveis, mas tem museu de carros, lá não tem jazidas de pedras preciosas, mas tem museu do gênero, e outros mais. É um cidade turística, onde o comércio vive aberto todos os dias. Cara? Sim! Mas com opções diversas. Breve postarei algo mais sobre Gramado.