quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

MOSSORÓ TERÁ SESSÃO DE AUTÓGRAFOS DE FRANCISCO MARTINS

"Não é fácil escrever. É duro como quebrar rochas"¹, assim define Clarice Lispector o ofício  de quem trabalha com as palavras. Mas, se escrever já é algo tão trabalhoso o que poderemos dizer da etapa seguinte que é fazer o livro chegar às mãos do leitor? Afinal, quem escreve, sempre escreve algo para alguém, pois  "a palavra é uma espécie de ponte lançada entre mim e os outros"². Estou vivendo  essa etapa. Indo em busca do leitor, mostrando meu mais recente livro: Seis Faces de Encanto.

Nesta sexta e sábado, dias 12 e 13 de dezembro visitarei Mossoró. Na sexta-feira pela manhã estarei tendo contato com a imprensa escrita, falada e televisada e às 16 h chegarei a Escola Municipal Francisca Martins de Souza, no bairro Alto de São Miguel, onde farei uma apresentação cultural do Palhaço Leiturino.  No sábado, às 11 h  já irei  me assentar com os colegas que visitam  o espaço cultural Sêbado, que acontece sempre aos sábados, daí a origem do nome, na Rua Antonio Vieira de Sá, 895, bairro Nova Betânia,  quando farei uma sessão de autógrafos e darei aos presentes um pouco da arte de Mané Beradeiro.  Não tenho laços tão profundos em Mossoró, mas estou fortificando o que tenho, graças ao incentivo e colaboração recebida dos amigos Hermes Oliveira, Marcos Pereira e de Walter Silva, pessoas a quem sou imensamente grato.


Referência

1 LISPECTOR, Clarice. A hora da estrela. 3ª ed., São Paulo: José Olympio, 1978
2 BAKHINTIN, Mikhail. Estética da criação verbal. 2ª ed., São Paulo: Martins Fontes, 1997