terça-feira, 3 de maio de 2011

TUDO POR CAUSA DE UM XIBIU

Dentro das postagens referentes ao mês da mães, não posso deixar de registrar um causo que aconteceu comigo, quando estudava na Escola Estadual Enéas Cavalcanti, em Ceará Mirim. Lá nos idos 70. A professora era Dona Marta, a sala estava repleta, cerca de 35 alunos. De repente alguém diz à professora:
_Professora, aquele aluno ali me chamou de cara de xibiu!
Foi uma risada geral na turma. A Dona Marta, muito experiente na área de educação, pediu silêncio, foi até a Biblioteca e trouxe um dicionário bem grande e grosso e leu para toda a turma o significado da palavra xibiu
_Prestem atenção o que significa a palavra xibiu. Aqui diz: xibiu, instrumento utilizado para cortar vidro. Entenderam?
E continuava a mestra:
_Não tem nada haver com o pensamento de vocês, associando a palavra xibiu à genitália feminina. Entenderam? Perguntou a professora mais uma vez, de forma bem intencional.
Até aí tudo bem. A coisa ficou pior porque neste exato momento, eu, o futuro Mané Beradeiro, falei:
_E eu pensava que xibiu servisse só para mijar!
Pronto. Nova crise de risos naquela turma. Dona Marta resolveu aplicar uma lição que jamais esqueci em toda minha vida. Ela foi até o quadro negro e escreveu em letras garrafais:
"XIBIU: INSTRUMENTO UTILIZADO PARA CORTAR VIDRO"
Depois, muito séria, falou à turma:
_Todos devem escrever 20 vezes no carderno a frase que está no quadro.
Atendemos sem pestanejar. Quando cheguei em casa, mamãe estava à porta conversando com uma amiga e me pergunta:
_Filho., como foi a aula hoje?
_Foi boa, mamãe. Hoje eu aprendi para que serve o xibiu!
Quase que apanho ali mesmo. O que me salvou foi o caderno com as 20 frases escritas e com o visto da professora.