segunda-feira, 2 de maio de 2011

VIVA AS MÃES HOJE E SEMPRE!



A figura principal deste mês de maio é sem sombra de dúvida a figura da mulher na pessoa da mãe. Por tal razão, ao longo deste mês tão peculiar e merecidamente celebrado estarei dando ênfase às mães.Começo hoje, com o tradicional sucesso de Agnaldo Timóteo, uma versão de Geraldo Figueiredo, baseada na canção Mamma de autoria de C.A Bixo e B. Cherubini.

MAMÃE ESTOU TÃO FELIZ

Mamãe estou tão feliz. Por que voltei pra você. Alguma coisa me diz que hoje eu volto a viver.Penso feliz ao seu lado. Viver distante por que.

Mamãe só pra você eu cantarei agora. Mamãe a solidão foi para sempre embora.Essas palavras de amor que digo nesta canção. Creia mãezinha querida. Nascem do meu coração.

Mamãe a chama viva que me aquece é você. Toda minha vida. Eu só desejo ao seu lado viver.

Sinto tremer sua mão. E a voz cansada falhar. Ao me fazer um carinho mamãe. Numa canção de ninar. Sua cabeça esta branca. Mas há luz em seu olhar.

Mamãe só pra você eu cantarei agora. Mamãe a solidão foi para sempre embora. Essas palavras de amor que digo nesta canção. Creia mãezinha querida. Nascem no meu coração.

Mamãe a chama viva que me aquece é você. Toda minha vida. Eu só desejo ao seu lado viver