domingo, 7 de julho de 2013

NESTA ESQUINA EU APRENDI QUE DEUS CUIDA DE MIM

Estava desempregado, vivia produzindo salgados e vendendo com sucos no Alecrim para ajudar minha esposa nas despesas do lar. Como cozinheiro sabia que podia trabalhar em qualquer bar e restaurante. Fiz vários currículos e saí numa tarde distribuindo-os por tudo que é lugar em Parnamirim. Andei bastante, deixava  o curriculum vitae e falava sobre minha necessidade de trabalhar. Fiz tudo a pé, saindo do Parque Industrial onde resido, entrando no centro de Parnamirim, depois indo até as imediações da Bonnor e voltando pelo  bairro de Monte Castelo. Minhas pernas doíam, meu corpo estava cansado. Mas, era preciso semear.
Por volta das 16 horas, já nas proximidades do Posto Chianca, não aguentando o cansaço, sentei na calçada, literalmente na esquina deste prédio. Deixei meu corpo se encostar na parede. Fiquei alguns momentos pensando. Refiz minha rota na mente e disse para mim mesmo: "Puxa! Como andei." Depois deixei o silêncio reinar. Fechei os olhos e ali sentado me pus em oração falando com Deus e dizendo que tinha feito tudo que estava ao meu alcance. Que Ele, na sua Soberania olhasse para mim e me desse um emprego para ajudar a manter minha família.
Naquela época, sabendo da necessidade de se ser mult-funcional, eu já estava cursando Tecnologia do Vestuário, no Senai-Clovis Motta, em Natal. Estava com uns três meses de curso, mas não tinha ainda esperança para trabalhar no ramo, posto que, o curso tinha duração de dois anos. Fui para casa, a pé. Minha esposa me recebeu como sempre, compreensiva, forte e motivadora.
Uma semana depois alguém liga para minha casa e quer que eu vá fazer uma entrevista para emprego. o Diálogo foi mais ou menos assim:
-Como você me descobriu?
-Ligamos para o Senai Clovis Motta e nos indicaram você
-Então não é para ser cozinheiro? Perguntei.
-Não.É para trabalhar como Analista de Material ( almoxarife)
-Mas eu ainda não terminei o curso...
-Não tem problema. Venha assim mesmo fazer a entrevista e o teste. Você ficará um dia conosco.
-Qual é o endereço?
-Rua Carlos Mateus, nº 76, Monte Castelo, em Parnamirim. Chegando aqui procure Adflávia, que sou eu.
-Dê-me um ponto de referência

Pasmem! Vejam como Deus age!

-É UM PRÉDIO DE ESQUINA, BEM PRÓXIMO AO POSTO CHIANCA, POR TRÁS DE UMA CHURRASCARIA, AO LADO DO PARQUE ARISTÓFANES FERNANDES.

Fui e era o prédio onde uma semana atrás eu estava sentado na esquina, pedindo a Deus um emprego. E foi neste prédio, que na época sediava a Companhia Hering, que exatamente na parede em que me escorei, funcionava o galpão do almoxarifado, onde eu fui trabalhar como responsável pelo setor. Ao todo fiquei quatro anos naquela empresa e de lá saí para voos maiores e melhores. Obrigado Deus!