segunda-feira, 14 de abril de 2014

O PAPA E NAPOLEÃO

Em 1802, precisamente no dia 15 de abril daquele ano começava a vigorar a convenção assinada em julho de 1801, entre Napoleão Bonaparte e o Papa Pio VII. Nela, Napoleão tinha o poder de nomear bispos e arcebispos e o Papa fazia a instituição canônica. Naquela época Napoleão foi citado nos catecismos da Igreja  Católica como "Ministro do Poder de Deus sobre a Terra".