segunda-feira, 27 de outubro de 2014

COMENTANDO MINHAS LEITURAS: A SERVIDÃO DIÁRIA

É um livro que traz anotações do diário do próprio autor, Manoel Onofre Jr. Um senhor que nos passa suas reflexões, seu olhar, seus sentimentos, sua poesia, sim! Poesia, quando escreve com o sentimento que lhe vem da alma e deixa que as palavras se vistam de cor, aroma e luz. Ele se diz poeta de um só poema. Mas, talvez sem saber, nos dá muito mais prazer do que  outros poetas. Sua prosa é poética! Ler " A Servidão Diária" fez-me conhecer Manoel Onofre Jr por uma outra ótica.  O livro me mostrou o quanto ele é "chão", expressão que trago para passar ao leitor que o escritor setentão tem muitas características de um homem comum, embora, saibamos que Manoel Onofre Jr carrega consigo todo um patrimônio cultural e uma herança intelectual. Se diz agnóstico.  Não gosta de poesia versificada.  Relata sonhos que somente José do Egito pode interpretá-los. Nos fornece listas de bons e excelentes livros e filmes. Em suma: é um livro onde ele se deixa revelar  num texto construído com várias nuances, mas sempre tendo uma única fibra, a saber: a estética do autor. 

Título: A Servidão Diária
Autor:  Manoel Onofre Jr.
Editora: CJA Edições
Ano: 2014
Páginas: 175
Leitura: 26 e 27 de outubro 2014