segunda-feira, 27 de novembro de 2017

FOME: A GRANDE GUERRA




 Por: Geraldo Luiz

A fome é para o mundo
O mais terrível tormento
São milhões de criaturas
Que morrem sem alimento.

É mesmo a maior guerra
Que enfrenta a humanidade
Quando falta alimento
Falta paz, tranquilidade.

A fome rouba do homem
A sua dignidade
O que há de mais sagrado
Prá sua felicidade.

A fome é uma vergonha
Para a humanidade
Enquanto falta alimento
Não se tem fraternidade.

As potências mundiais
Fecham os olhos e os ouvidos
À miséria e o clamor
Dos mais desfavorecidos.

Investem em armamento
Prá gerar a violência
Prá invadir territórios
Usam toda a prepotência.

A cada dia que passa
Piora a situação
Os ricos sempre mais ricos
E aos pobres falta pão.

Que possa um dia a ONU
Discutir essa matéria
E tomar uma atitude
Sobre a fome e a miséria.

Que os nossos governantes
Mudem a mentalidade
E entendam que a partilha
Vai mudar a realidade.

Que todos se dêem as mãos
E busquem o mesmo ideal
Sanar a fome que assola
De maneira crucial.

Em vez de investir em guerras
Em bombas e armamentos
Que possam os seus esforços
Gerar renda e alimentos.

Basta que todos entendam
Que a fome é um grande mal
E que com ela acabando
Se tem mais paz mundial.