segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

MANÉ BERADEIRO ESCREVE UM NOVO CORDEL

O poeta cordelista Mané Beradeiro está realizando esse ano um dos seus projetos que é um folheto de cordel homenageando Dindinha, a avô que criou Eloy de Souza, Henrique Castriciano, Auta de Souza, Irineu e João Câncio, todos filhos de Eloy e Henriqueta, vítimas da tuberculose. O cordel é um resgate da história dessa mulher, que poucos conhecem e que foi fundamental para que doasse ao Rio Grande do Norte os valores presentes em Eloy de Souza, jornalista, político, escritor, Henrique Castriciano, jornalista, educador, e poeta  e Auta de Souza, inesquecível poeta, dona do horto das letras. O folheto terá como título:  A vovô da saia de merinó   (A poética história de Dindinha).