sexta-feira, 29 de junho de 2018

UMA DÉCIMA DO POETA EL GORRIÓN SOBRE O SERTÃO NORDESTINO

El Gorrión - Itatuba-PB

O sertão mantém firme seu costume
No bailar inspirado da ciranda.
O forró e o repente têm demanda
E a festança junina mais volume.
Sertanejo com garra logo assume
Que no peito reluz uma fogueira,
As lembranças que flecha esta bandeira
Faz brilhar no estalar do foguetão.
Quem conhece os costumes do sertão
Se recorda de tudo a vida inteira.

Mote: João Paraibano

Fonte:  http://clubedapoesianordestina.com.br/1365-2/#comment-619. Visualizada em 29 jun 2018.