quarta-feira, 23 de setembro de 2009

FOME DE LEITURA - MENTE INSACIÁVEL POR PALAVRAS




Francisco Martins é um escritor que tem sede insaciável pela leitura. Nos últimos anos tem se dedicado a ler uma média de oito livros mensais. Ler de tudo, tendo no entanto, um xodó pela produção literária do Rio Grande do Norte.
Neste mês de setembro ele baterá seu recorde. Findo o mês terá lido mais de doze livros, e até o presente momento setenta e dois livros desde janeiro.
"Os livros são inegavelmente uma fonte de sabedoria, um veículo que nos transporta a histórias, culturas e continentes que talvez nunca tenhamos a oportunidade de ver In loco", diz Francisco Martins.

Os livros que Francisco Martins leu em setembro, até hoje 23, foram:
1) A Poesia Norte-Rio-Grandense no Século XX, de Assis Brasil. 1988.
2)Tempo de Rir, de Celso da Silveira, 1984.
3)Erasmo Xavier - O Elógio do Delírio, de Rejane Cardoso. 1989.
4)Desembargador Virgílio Otávio Pacheco Dantas, de Meneval Dantas. 1981.
5)José Pacheco Dantas, de Hélio Dantas. 1978.
6)Fogo Morto, de José Lins do Rego. 1984.
7)Livro de Advinhações, de Eymard L'E Monteiro (Padre), 2003.
8)Geringonça do Nordeste - A Fala proibida do povo, de Geraldo Queiroz, 1989.
9)Ninguém escreve ao coronel, de Gabriel Garcia Marquez, 1968.
10)O Arado, de Zila Mamede, 2005.
11)Relato de um náufrago, de Gabriel Garcia Marquez, 1970.
12)As aventuras de Miguel Littín clandestino no Chile, de Gabriel Garcia Marquez, 1986.