sábado, 7 de novembro de 2009

O HUMOR DE MANÉ BERADEIRO

Vou contar este causo e quero dedicá-lo a Fernando Caldas, cabra bom e da mesma estirpe de Renato.

Renato estava em Natal, no bairro da Ribeira e vinha saíndo do Carneirinho de Ouro, um clube tradicional na Tavares de Lyra, quando um velho chofer de praça, viciado em jogo de bicho, o avista e corre para ele falando:
--Seu Renato, essa noite eu sonhei com o senhor. Quem sonha com o senhor o que é que dá?
E Renato. mestre das respostas afiadoras, gozadas e mordazes responde:
--DÁ A BUNDA!

São causos da nossa terra, pérolas da nossa literatura, coletadas por Mané Beradeiro.

Fonte: "De Líricos e de Loucos", Augusto Severo Neto, pág. 123. Edição Clima, 1980.