quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

COMENTANDO MINHAS LEITURAS 6/2010


Livro: A insustentável leveza do ser
Autor: Milan Kundera
19ª edição. Editora Nova Fronteira, 1985
314 páginas
Leitura: 14 a 20 de janeiro de 2010.

Neste livro tão cheio de interiorização, o autor Milan Kundera, nos faz refletir sobre a vida, seu peso e a realidade dos acontecimentos que fazem com que ela tenha uma leveza sem par. Através de Tomas, Teresa, Franz, Sabina, os personagens principais, conhecemos um pouco da história de Praga nos anos comprendidos de 1960 a 1970. É um romance para ser lido com calma, degustando das páginas onde o escritor mostra sua arte, quando retrata a vida e o lado sexual dos personagens. Tudo feito com maestria, equilíbrio, profundidade, arte.
Como é de praxe, coletei algumas frases. Ei-las:
"Aquele que quer deixar o lugar em que vive não está feliz"
"Não se brinca com as metáforas. O amor pode nascer de uma simples metáfora"
"Para que o amor seja inesquecível é preciso que os acasos se juntem desde o primeiro instante"
"Quando o coração fala, não é conveniente que a razão faça objeções".