sexta-feira, 6 de novembro de 2015

Pagamento de dívidas e poucas compras serão os destinos do 13º este ano



Apesar do cenário conturbado na economia, consumidores natalenses e mossoroenses deverão ter gasto médio de, respectivamente, R$ 393,00 e R$ 369,00 com presentes

Em um cenário de recessão econômica, o consumidor natalense agirá com cautela neste final de ano. Entre aqueles que receberão 13º salário, 45,9% usarão o abono extra para o pagamento de dívidas já contraídas. Todavia, um aspecto positivo chama atenção: dos 16,7% que irão às compras no período natalino com esse dinheiro, cerca de 60% pretendem gastar mais de R$ 100, preferencialmente com itens de vestuário (61,6%), brinquedos (22,6%) e calçados (16,4%). Outro indicador da cautela é o fato de que, para evitar novas dívidas, as compras devem ser pagas à vista em dinheiro (66,7%).

A pesquisa realizada na capital potiguar pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do RN (Fecomércio RN), por meio do Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento do Comércio (IPDC) objetivou entender o destino do 13º salário dos natalenses, e neste sentido mostrou também que as compras de final de ano estarão concentradas no mês de dezembro (70,9%), sendo a semana que antecede o Natal a opção mais apontada pelos entrevistados (41,2%).

Os consumidores natalenses mostraram certo equilíbrio quando questionados sobre o local onde efetuarão as compras: 39,8% desejam se dirigir, exclusivamente, ao comércio de rua tradicional, enquanto que 31,8% pretendem buscar os presentes em lojas de shoppings centers.

Na hora de presentear filhos, esposos(a)/namorados(a) e pais/mães, os consumidores natalenses estarão atentos às promoções (49,2%), descontos (31,4%) e bom atendimento (25,6%) oferecidos pelos lojistas. Isso porque, dentre outros motivos, houve alteração na situação financeira da maior parte (36,8%) dos consumidores natalenses quando comparado com o mesmo período do ano anterior. 32,5% dos entrevistados disseram que este ano os gastos com compras serão os mesmos de 2014; já para uma parcela de 29,4% dos consumidores da capital potiguar, os valores gastos este ano serão maiores que os do ano passado.

O setor turístico também sente o reflexo da movimentação econômica característica dos últimos dois meses do ano, uma vez que coincide com o período de férias escolares e de muitos trabalhadores. Quase 30% dos consumidores natalenses afirmaram que sairão da cidade; deste universo, 42,6% pretendem viajar para outro estado do país. O interior do RN aparece logo após, com 38,6% das intenções, seguido pelo litoral do estado (13,7%). Apenas 3% dos entrevistados disseram pretender fazer viagem internacional.

Para se deslocar, o consumidor da capital potiguar optará, preferencialmente, pelo automóvel (52,3%) como meio de transporte, enquanto que 26,4% viajará de avião, 14,5% fará alguma viagem de ônibus, e 3,6% de van.

Cenário mossoroense
Em Mossoró, o cenário de intenção de compras de final de ano se aproxima do encontrado na capital potiguar. O período natalino, marcado pela intensificação do movimento no comércio varejista, será de cautela também para o consumidor mossoroense, que este ano deverá usar o 13º salário para quitar dívidas já existentes.

Entre aqueles que pretendem usar o abono extra para realizar compras (16,3%), o valor médio a ser desembolsado será de R$ 369,47, o que demostra uma pequena redução quando comparado ao valor apontado no mesmo período do ano anterior, R$ R$ 392,87. Diante de um contexto de redução da atividade econômica, desemprego, elevação das taxas de juros e aumento da inflação, o valor médio atual, apesar de inferior ao de 2014, pode ser visto como algo positivo.

Itens de vestuário (60,2%), brinquedos (22%) e perfumes (13,4%) estão entre os mais citados pelos consumidores de Mossoró, que deverão presentear, principalmente, filhos (54,6%) e esposos(a)/namorados(a) (38,7%). A pesquisa realizada pela Fecomércio RN, por meio do IPDC, mostrou ainda que 67,7% dos entrevistados optarão por adquirir seus presentes nos comércios de rua, onde se encontram grande variedade de opções e preços baixos, enquanto que 17,3% se dirigirão aos shoppings centers; tudo isso preferencialmente durante a semana que antecede o Natal (53,5%).

Para a escolha dos presentes, a serem pagos à vista em dinheiro (70,3%), serão utilizados critérios como promoção (43,8%), bom atendimento (32,6%) e descontos (29,4%). O pagamento à vista evidencia o cuidado com as despesas em tempo de crise, o que é reforçado com a informação de que 40,8% dos consumidores mossoroenses devem diminuir os gastos com compras neste final de ano, em comparação com o ano passado.

Dados da pesquisa apontaram ainda que, durante o período que compreende Natal e Ano Novo, apenas 37,2% dos mossoroenses pretendem viajar. Desse total, 44,4% irão para o litoral do RN, enquanto que 33,2% se dirigirão a outro estado do país, e 18,7% viajarão para outras cidades do interior do estado. Assim como em Natal, o carro (71,9%) foi o meio de transporte mais apontado pelos entrevistados para viajar no período de final de ano; em seguida estão avião (11,9%), táxi (5,9%) e ônibus (5,9%).

Fonte: FECOMERCIO COMUNICAÇÕES