quinta-feira, 9 de junho de 2016

CONVERSA DE CANCELA VII



O  povo da pequena vila de Cágados, que estava passando a ser cidade, no  interior do Rio Grande do Norte, estava com uma grande preocupação, a saber: que nome se daria a naturalidade daqueles que nascessem em Cágados?
Não se falava noutra coisa pelas ruas e campos. Homens e mulheres faziam chacotas. Dagmar,  grávida de nove meses dizia para o marido:
-Eu mesmo não quero parir aqui. Esperei tanto para ter um filho e quando ele nascer e perguntarem qual sua naturalidade? O menino vai responder o quê?
-Ca-ga-do , ora que besteira. Falou  o esposo.
E o assunto foi tomando dimensão maior. Levaram para a capital e na Assembleia Legislativa finalmente chegaram a um consenso. A nova cidade teria o nome de Doutor Severiano.
Diz a história que o Deputado “ Antonio Soares Filho subiu à tribuna e declarou-se favorável  à mudança acrescentando:   -... porque, Sr. Presidente, fico em dificuldades para saber como se denomina uma pessoa nascida em Cágados...”¹

Mané Beradeiro

Referência
¹ Revista da Academia Norte-Rio-Grandense de Letras – nº 13 - Novembro 1977  –página 148.

Nota do autor: Este nome de Vila de Cágados não foi registrado por Marcus César Cavalcanti de Morais, em seu livro "Terras Potiguares".