sexta-feira, 7 de setembro de 2012

OS XOTES DE LUIZ GONZAGA

Há 100 anos nascia o nosso Rei do Baião. Em meio aos cordéis, chão de terra, lampião e sanfona, no interior de Pernambuco, Luiz Gonzaga estava sendo criado e se tornando o personagem principal do xote nacional. O cantor retratou o sertão, colocou uma alegria inconfundível no forró pé-de-serra e apresentou esse ritmo musical a todo o Brasil.
No ano de seu centenário, o diretor Breno Silveira, conhecido por seu trabalho em “2 Filhos de Francisco – A História de Zezé di Camargo & Luciano”, grava o filme que homenageia o rei do baião. “Gonzaga – De Pai pra Filho” leva a conhecimento do público a infância dele no sertão, sua entrada na música e a sua morte em agosto de 1989, em Recife. Mostra também a estreita e difícil relação entre Luiz Gonzaga e seu filho Gonzaguinha.
Gonzagão será vivido por três atores. Dos 30 aos 50, o período mais destacado no longa, será interpretado pelo músico Nivaldo Carvalho, o Chambinho do Arcodeon. Além de atuar na pele do rei do baião, Nivaldo também é um grande fã da obra dele. “A bossa nova tem influência do baião e até a MPB tem uma influência muito forte dele. Se for reparar, antes dele todos os cantores tinham aquela voz impostada, até mesmo no samba. Entre os cinco maiores da música popular, ele com certeza está no meio”, conta Chambinho do Arcodeon para o site da Rolling Stone Brasil.
Júlio Andrade, com uma caracterização impecável, vive Gonzaguinha na vida adulta. O elenco conta ainda com Nanda Costa, Domingos Montagner e Heslander Vieira. A estreia no cinema está marcada para outubro, conforme publicação no facebook oficial do filme.
Fonte: http://culturalbar.wordpress.com/