segunda-feira, 7 de maio de 2012

MÃE

Mãe, palavra doce.
Ela começa com M para lembrar que traz MARTÍRIO, pois toda mãe verdadeira se dedica aos filhos de tal forma que por eles se deixa martirizar.
Mãe, palavra pequena.
Ela começa com M para lembrar que traz MISERICÓRDIA, pois na prática desta virtude elas ficam apenas aquém de Deus.
Mãe, palavra forte.
Ela começa com M para lembrar que  dominam o MUNDO, pois alguém já falou: "A mão que embala o berço é a mesma que governa o mundo". Pena que muitas mães perderam esta consciência.
Mãe, palavra sacra.
Ela começa com M para lembrar que somente a MULHER pode ser mãe. Que não adiante tentar mesclar o projeto de Deus invertendo os papéis.
Mãe, palavra que não se define.
Ela começa com M para que os filhos jamais deixem de se MARAVILHAR e todos os dias tenham o desejor de falar MUITAS vezes: Mamãe eu te amo.
Mãe, palava rápida.
Ela começa com M para lembrar que a MORTE jamais irá apagar nos seus filhos a sua imagem, seus ensinamentos, suas lembranças. Anos e anos hão de passar, mas a mãe lá sempre estará.

Francisco Martins Alves Neto
Parnamirim -RN, sábado, véspera do Dia das Mães de 2008.