segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

CANTO DE DUPLO LOUVOR





Para Angélica e Aracy

Sempre haverá poeta que louvará seus amigos.
Por isso cantarei:
Quem ama é capaz de grandes coisas, tais quais como estender a colcha dos seus sentimentos e sobre ela deixar que se sentem as amigas.
Tê-las na luz de um olhar matinal e convidá-las a um banquete de poemas que irá nutrir a alma.
Distribuir risos e abraços, falar do amor ágape, o mais sublime de todos.
Desejar que a elas, sempre, todos os dias, o Único, o Verbo, a Palavra acalente alma e espírito
E que na estação da vida possamos outra vez compartilhar o  pão da amizade, da cultura  e do saber.
Por quê? 
Porque há um rio de vida e leitura dentro de nós!
Porque "há amigos mais chegados do que um irmão" (Pr. 18:24b)
 
Francisco Martins
Parnamirim-RN – 13 de fevereiro de 2017