domingo, 21 de junho de 2009

MEUS FILHOS

ESTA CASA, SEM VOCÊS, PARECE ATÉ UM CUMBUCO.
FALTA GRITO, FALTA CHORO, A ARENGA, O VUCO-VUCO.
A SAUDADE É TÃO INTENSA, PENSO, ATÉ, QUE ESTOU MALUCO.
O SILÊNCIO É QUEBRADO NO TRINAR DOS PASSARINHOS, NA VOZ DE LUIZ GONZAGA, DOS VIOLEIROS NO PINHO.
E VOU A NOVA FLORESTA, NA MENTE, EM OUTROS CAMINHOS.
QUANTO É GRANDE A SAUDADE DE UM PAI POR SEUS PEQUENINOS. LONGE DO LUGAR ESTÃO A MÃE E OS DOIS MENINOS JOAQUIM ADELINO E JOÃO DANIEL, NOSSOS TESOUROS DIVINOS.

(Autor Kydelmir Dantas de Oliveira)