domingo, 6 de dezembro de 2009

QUEM FOI APARÍCIO FERNANDES?

Aparício Fernandes é considerado o maior antologista do Brasil. Elaborou com seus amigos Zalkind Piatigorski e Magdalena Léa 34 antologias sobre trovadores brasileiros, no período de 1962 a 1965. Fora isto escreveu outros 60 livros.
Estreou com o livro SONHO AZUL, publicado em 1961. Ele é natural de Acari-RN, onde nasceu no dia 16 de dezembro de 1934. Filho de José Fernandes de Oliveira e Verônica Fernandes de Oliveira. Aos 6 anos Aparício Fernandes perdeu a mãe. Morava em Macau, cidade da qual seu pai fora prefeito. Toda sua infância e adolescência foi vivida em Macau.
Em 1952 Aparício Fernandes embarca no navio Itahité, às 22 horas do dia 4 de abril, com destino à cidade do Rio de Janeiro. Tinha ele 17 anos. Chega a cidade maravilhosa no dia 10 de abril daquele ano.
Lá, no Rio, Aparício Fernandes desafia a vida, luta, estuda, trabalha e com grande força de vontade vai subindo os degraus da vitória. A experiência de sua vida e tudo quanto ele passou para ver concretizado seus objetivos ele traduz neste pensamento: "A diferença entre um sonhador e um idealista é que este último luta para realizar aquilo que sonhou".
Realmente Aparício Fernandes foi um idealista. Fez muito pela cultura brasileira, divulgou poetas dos quatros cantos do Brasil, cantou que "o livro é luz diferente que nos aclara a razão. Mais vale um livro na mente que uma lanterna na mão". E assim vamos conhecendo Aparício Fernandes, um homem que deixou não somente um legado literário, mais também uma lição de vida para seus familiares e brasileiros.